17 agosto, 2017

#21Lições: 4ª - José

José traz consigo 2 exemplos em 1 e muitas lições.

Ao contrário de Abraão, José nascera numa família grande e era o caçula, e sendo o filho da velhice, era o favorito de Jacó. A Bíblia diz que ele sempre estava entre os filhos das outras mulheres de seu pai e sempre trazia más notícias a respeito deles.

Isso diz muito, mas depende dos olhos de quem vê. José era puro

Não havia maldade alguma, ele era desprovido de qualquer malícia.
Quando somos puros, isso não quer dizer que não enxergamos o erro, apenas que não seremos corrompidos ou influenciados por ele.

O fato de José trazer o erro de seus irmãos a seu pai mostrava o quanto prezava pela retidão, e isso o tornava alguém extremamente confiável. Ao passo que também, demonstrava a imaturidade que qualquer pessoa de 17 anos tem.

Um plano glorioso e grande vindo de Deus, só consegue penetrar em um coração inocente. José não teria suportado tantas injustiças, altos e baixos e traições, se o seu coração fosse malicioso. Ao olhar para a sua história, ficamos maravilhados, mas se Deus não tivesse visto essa característica nele, provavelmente o desfecho seria diferente.


Lição: a maneira como você vê os erros dos outros, diz tudo a respeito do andamento da sua vida. Deus não investe tempo em quem insiste em julgar os erros dos outros, já que todos somos pecadores, de igual modo diante dEle. Decidir se manter puro em meio a tantos erros não deixa Deus com outra opção a não ser confiar em você. Ninguém confia seus bens ou sua vida a alguém malicioso e mal intencionado, e assim é com Deus.
Image and video hosting by TinyPic

Nenhum comentário:

Comente ~