03 dezembro, 2014

Indicação de livro: Extraordinário


Eu ganhei o "Extraordinário" de R.J Palacio no ano passado, e praticamente o engoli em pouquíssimo tempo. Para uma fã de romances e poesias, essa história foi uma surpresa pra mim e se tornou a minha favorita de todos os livros que já li. 
August é um menino de 10 anos que nasceu com uma série de deformidades no rosto que o fizeram nunca ir à escola e ter amigos que se contam numa mão só. A escritora detalha quais suas deficiências e você consegue perfeitamente imaginar como ele seria.
Obviamente, assim que ele vai pra escola, o bullying acontece. O mais interessante, pra mim, foi que a cada novo capítulo - ou parte, como a autora chama -, tem um ponto de vista. Primeiro o de August, depois, o de Via (a irmã), o de Summer (a única menina que realmente gosta dele como amigo), o de Jack (seu 2º amigo), o de Justin (namorado da Via), e o de Miranda (amiga de infância de August e Via). Essa troca constante de narrações faz a história tornar-se tão multifacetada que é perceptível sua adaptação a cada personagem. Por vezes, ele será julgado, taxado, excluído e por muitas outras, amado. E você vai julgá-lo, taxá-lo, excluí-lo e amá-lo. 
"Extraordinário" nos mostra de maneira delicada o quanto somos humanos e suscetíveis a julgamentos alheios, principalmente pela aparência. Se alguém tem muitas espinhas no rosto, então imediatamente, temos "nojo" daquela pessoa. August sofre exatamente esse tipo sentença, e nos mostra como até mesmo olhares ou gestos podem machucar ou levantar alguém que apenas precisa receber amor. August nos ensina a não julgar, e que não julgar é muito mais belo do que fazer acepção de pessoas.
Vez ou outra eu retomo esse livro. É sempre incrível a junção de uma história + realidade + lições para vida, e se você quer ter um livro desse de cabeceira de cama, "Extraordinário" é exatamente o que você precisa. 
Obs.: além de a capa ser muito linda, me apaixonei por ela.      

Nenhum comentário:

Comente ~